sexta-feira, 31 de outubro de 2008

Apartamento


- Oi, nossa, como você está sumida!
- Pois é, é a correria. Mas você também nunca mais apareceu.
- Há, sabe como é... A gente nunca para né? Trabalho, casa, marido, filhos...
- Hi, sei como é isso. Por aqui também estamos numa correria danada. E as novidades?
- Não tenho. Nada de novo. A vida está na mesma, estou trabalhando muito... E você? O que me conta de novo?
- Nada também, o mesmo de sempre. Trabalho, faculdade, namoro...
- E sua mãe está bem?
- Está sim, graças a Deus. E os meninos?
- Há, cada dia mais lindos, levados que só vendo. Passo aperto com eles. São muito espertos.
- Faço idéia!... Bem, eu deixei uma pizza assando no forno, vou lá olhar.
- Tudo bem, eu vou ficar aqui e acabar de limpar a janela. Vê se não some vizinha!


Fernanda Colcerniani Justo

6 Palpites relevantes:

Glayce | 2 de novembro de 2008 11:29

Que beleza, sinto falta dessa coisa de vizinho, conversas sobre dia-a-dia... Não consigo me acostumar com apartamento!
Então, tá! Agora está tudo esclarecido...hehhe Vou te linkar, assim ficar mais fácil para te identificar...rs
Beijos

Tato Barba | 4 de novembro de 2008 11:38

Olá, tudo bom?
Espero que sim.

Bela construção textual!
O diálogo é um recurso super bacana, pena que poucos exploram, ou não?
(talvez, se todos usassem, não seria tão diferente e interessante...rs)

Vizinhança é tudo de bom! (rs)

Abração!

Tato Barba | 8 de novembro de 2008 20:40

Hei, cadê você??? (rs)

Apareça =]

Silvinha | 11 de novembro de 2008 08:24

Ê... esse foi um retrato fiel de Bras-ilha! Gostei do seu blog. Parabéns!

Inside Me | 11 de novembro de 2008 14:15

que vida louca né? gostei daqui, te vi no Blog da Du, rs bjocas

Brito | 13 de novembro de 2008 10:46

haha, adorei o diálogo.
Você conseguiu captar o que a falta de tempo faz.


Obrigada pela visita lá no distração. Vou atualizando como posso... Que bom que faz bem aparecer por lá.

Parabéns pelo seu cantinho!
Um beijo.