sexta-feira, 27 de agosto de 2010

NÃO ao fechamento das Agências Franqueadas dos Correios




Temos visto nas páginas de nossos jornais diversas notícias sobre a licitação das agências de Correios franqueadas e sobre o possível apagão postal que ameaça o país. Entendemos que se trata da ponta de uma geleira que trará conseqüências muito mais graves.
O edital de licitação, republicado em Minas Gerais na data de ontem 25/08/2010, prevê uma série de mudanças que, segundo os donos das agências, torna completamente inviável as atividades de suas empresas. Em virtude disso, tais empresários estão buscando há algum tempo um acordo com a diretoria dos Correios para evitar que sejam obrigados a fechar suas portas. Tentativas que, após a mudança do presidente do órgão, se tornaram inúteis.
E é em razão disso que escrevo. Sou funcionário de uma ACF, assim como outras cerca de 20 mil pessoas, em todo o território nacional.
O fechamento das agências franqueadas não trará um apagão postal, mas sim um verdadeiro blecaute dos serviços postais no país. Um caos nas atividades de recebimento e distribuição das mercadorias enviadas pela ECT. O plano de contingência do órgão, que prevê a abertura de 400 novas lojas e 3,3 mil guichês de atendimento é irrisório frente às mais de 1.400 agências que correm o risco de fecharem suas portas. Além do número insuficiente do tal plano de contingência, vale lembrar que a maior parte das atividades das franquias está além de seus balcões de atendimento, em atividades que os Correios não conseguem prestar aos clientes e que estes por sua vez não conseguem fazer. Esta simples visão panorâmica da situação já nos permite prever o colapso postal que se instalará no país após dia o 10/11/2010, data limite de atividade das agências franqueadas.
Mas isto ainda não é o mais grave. O mais grave da história é a demissão em massa que ocorrerá com o fechamento das franquias dos Correios, na qual mais de 20 mil famílias terão suas fontes de renda cortadas. Se considerarmos um núcleo familiar básico, com dois pais e dois filhos, teremos cerca de 80 mil pessoas atingidas diretamente pelo fechamento das ACFs. Claro, levando-se em conta somente os empregos formais. Se formos pensar nos empregos indiretos, estaremos falando de cerca de 50 mil trabalhadores. Tudo isso em termos nacionais. Em termos regionais temos entre 2 e 3 mil empregados formais em Minas Gerais, todos estes em estado de alerta perante a iminente perda de seus empregos.
Diante de tudo que aqui foi exposto, reforçado pelo fato de que dentro de 45 dias estaremos recebendo nossos avisos prévios, decidimos que não podemos ficar parados esperando que os patrões, na luta pelos seus interesses, salvem nossa pele.
Tão logo tomamos conhecimento da republicação do edital, decidimos nos mobilizar para lutar contra essa atitude cruel e maldosa, que prevê um plano de contingência para enganar a população sobre a verdadeira dimensão do problema que se aproxima e que castiga inapelavelmente uma massa de trabalhadores que em nenhum momento foi chamada a dar sua opinião.
Nesta sexta-feira, dia 27/08/2010, tentaremos falar com o ex-ministro das comunicações, Senador Hélio Costa, na tentativa de buscar um interlocutor que nos represente frente à diretoria dos Correios, tendo em vista uma solução para essa verdadeira demissão em massa que irá ocorrer, caso não haja uma mudança no direcionamento das negociações.
Na próxima semana, na segunda-feira, vamos fazer um movimento para chamar a atenção da população para um problema que a atinge diretamente, uma vez que todos nós somos consumidores de serviços postais, seja enviando objetos ou simplesmente recebendo nossas contas em nossos endereços.
Buscaremos novos interlocutores, novos movimentos, novos apelos, pois caminhamos em direção a um abismo e não podemos ficar sentados esperando a hora de cair.
Estou certo que posso contar com a sua atenção em relação a tudo que aqui foi dito e coloco-me à disposição, pelos meios listados abaixo, para quaisquer esclarecimentos que se façam necessários.

Atenciosamente,

Claudio Justo – Funcionário de Agência Franqueada de Correios
Membro da Comissão de Funcionários das Agências Franqueadas de Minas Gerais
Chefe de Família

E-mail: claudiojusto@yahoo.com.br e claudiohjusto@yahoo.es

NOTÍCIAS PUBLICADAS NA MÍDIA SOBRE A MANIFESTAÇÃO:
http://www.otempo.com.br/noticias/ultimas/?IdNoticia=92307,NOT&IdCanal=

http://www.heliopatrus15.com.br/2010/8/27/helio-intercedera-por-trabalhadores-dos-correios

9 Palpites relevantes:

Anônimo | 31 de agosto de 2010 10:06

também sou funcionária de franquia em juiz de rora e estamos todos muitos preocupados com o fechamento das franquias,infelizmente aqui somos poucos e não podemos fazer muita coisa,estamos torcendo pelo movimento feito por vocês e orando muito pelo nosso trabalho.se Deus quizer continuaremos trabalhando em nossos empregos,força e fé camarada.

Anônimo | 6 de setembro de 2010 23:58

esto na luta tabem amigos taboão da serra sp

Anônimo | 7 de setembro de 2010 00:03

va mos luta pelo nos cervicos poque nos fazemos a difeleca nos cervicos postais da ect. deus efiel são paulo z/s

Anônimo | 7 de setembro de 2010 21:39

todos juntos na luta, aqui ate fomos empedido de entra no comicio de dilma com as camisa pessonalizada, os seguraça empedirom.
mais estamos forte... recife, pe

Anônimo | 8 de setembro de 2010 15:37

SOU FUNCIONÁRIA DE UMA FRANQUEADA DA DR/SPM E ESTOU EXTREMAMENTE PREOCUPADA COM OS RUMOS QUE AS COISAS ESTÃO TOMANDO.
ONTEM ESTIVE PRESENTE NO SAMBODROMO DO ANHEMBI EM PROTESTO A FAVOR DA MANUTENÇÃO DE NOSSOS EMPREGOS E TUDO O QUE FIZEMOS (FOMOS COM CAMISETAS AMARELAS COM FRASES SOBRE NOSSO EMPREGO, FIZEMOS UMA CARREATA COM QUASE 600 VEICULOS DAS ACFS) E NADA SAIU NA IMPRENSA!
ESTÃO TENTANDO ABAFAR A QUALQUER CUSTO NOSSA LUTA EM PROTEÇÃO POLITICA
PRECISAMOS NOS MOBILIZAR E NOS UNIR MAIS E MAIS PARA QUE NAO SEJA EXTINTO NOSSOS EMPREGOS!
AMO O QUE FAÇO E FAÇO COM MUITO AMOR... NAO TENHO COLEGAS DE TRABALHO E SIM MAIS UMA FAMILIA E TEMO QUE ISSO SE ACABE POR MERA POLITICAGEM!
CONTEM COM SP PARA FAZER O QUE FOR POSSIVEL!

Anônimo | 10 de setembro de 2010 18:06

Sou Gerente de uma ACF em Porto Alegre a mais de 15 anos, meu post é de um funcionário, pois sempre trabalhei pelo crescimento de todos, o meu, a da ACF, os Funcionários e claro o dos Correios, trabalho para os Correios por que gosto, tive varias oportunidades de sair, mas sempre optei por ficar, pois este é muito bom.
Hoje além da preocupação com minha família, estou muito, mas muito preocupado com a equipe, pois a maioria são pessoas que dependem deste negocio para sobreviver, por está razão estamos fazendo tudo que é possível para manter as franquias.
Fizemos uma manifestação no Centro de Porto Alegre e conseguimos reunir aproximadamente 500 pessoas para dar um abraço na sede dos Correios, não vamos desanimar precisamos é de muita força para lutar, pois tenho certeza que vamos vencer esta BATALHA!!!

Anônimo | 15 de setembro de 2010 13:44

sou gerente de uma franquia em aracaju/se,a 5 anos e a 6 meses de minha aposentadoria, aquele velho ditado, velho para trabalhar e novo para aposentar, fechando estas franquias não sei o que farei,pois tenho 2 filhos ja formados porem desempregados que dependem de meu salario para sobreviver

Anônimo | 15 de dezembro de 2010 19:20

Tem que fechar sim. Dou maior apoio ao governo.

Anônimo | 29 de março de 2011 00:59

eu sou um funcionario na região do ABC em são paulo. eu apoio o governo nos fechamento das franquias. pelo menos de algumas. ja assisti enormes injustiças sobre a gerência da agencia onde trabalho, e acredite eu não sou o único a torcer para o fechamento, mas a agência inteira pede a Deus com Toda força que ajude ao governo e fazer justiça, para todos aqueles que usam de um nome para fuder com pessoas que querem apenas ganhar seu sustento. E que Deus abençõe cada vez mais os gerentes que reconhecem o trabalho de seus funcionários. Isso é tudo que tenho a dizer.