segunda-feira, 5 de abril de 2010

Pulseiras do sexo


Moda é algo inacreditável, consegue abalar as estruturas de qualquer ser. A ‘’bola da vez’’ são as pulseiras do sexo, pulseiras de silicone, coloridas e charmosas que escondem um terrível significado por trás de cada uma.

Cada pulseira possui um significado de acordo com suas cores, e o jogo funciona de seguinte forma: uma pessoa arrebenta a pulseira de outra, e o que determina a cor dessa pulseira, é o que deve “rolar” entre esses dois adolescentes (o que arrebentou e o que teve a pulseira arrebentada).

Na escola que dou aula, essas pulseiras foram proibidas pela diretora. Uma menina ‘’apanhou’’ na porta da escola por não querer transar com um menino que arrebentou a sua pulseira preta. Muito justo ser proibidas. Vi o significado dessas pulseiras na internet e é diferente dos significados que circulam nessa escola. Parece que esses significados são alterados e ficam cada vez pior, juro que não tenho maldade para tanta besteira que vi escrito no papel de significados que circulou pela sala dos professores (o papel com os significados foi escrito por uma aluna).

Sou super a favor da proibição dessas pulseiras, proibição inclusive de sua venda. A moda iniciada na Europa está causando um turbilhão nas escolas e nas ruas. Os adolescentes, já acostumados a banalizar tudo, encontraram nessas pulseiras a chance de banalizar mais uma vez o sexo. Veja bem, não sou careta, mas tenho certeza que um adolescente não está emocionalmente preparado para ter vários parceiros sexuais. Além da falta de responsabilidade próprios da idade, eles não têm consciência sólida das conseqüências que o sexo pode causar. Acreditem, eles não possuem tanta informação assim. Numa aula em que trabalhei o Gênero Carta, pedi para que escrevessem sobre a Aids e eles não sabiam bem do que se tratava, eu fiquei muito aterrorizada e compreendi que a imaturidade deles é muito maior do que pensamos.
Alguns dizem que sou radical, e posso até ser. Mas acredito fielmente que toda essa liberdade em que nossos jovens são submetidos é que faz com que tantos adolescentes se percam com filhos fora da época e com drogas. Um pouco mais de disciplina, pelo amor de Deus.

Claro, que nem todos adolescentes usam essas pulseiras para trocar experiências sexuais, mas a maioria está ai pra isso (como dizem meus alunos). Então, antes de termos adolescentes promíscuos, é melhor cortar o mal pela raiz.

Vote, você é a favor ou contra a proibição dessas “pulseiras do sexo”?

A ENQUETE ESTÁ BEM AI DO LADO!

5 Palpites relevantes:

riscaefazdenovo | 5 de abril de 2010 19:25

Eu vi no fantástico isso ontem, e não entendi o que uma menina disse. Segundo ela, não é porque você tem uma pulseira preta que vai querer transar. Mas se eles sabem do sigbnificado, por que usam? Para serem desafiados?
Estranho. Talvez tudo isso seja porque ainda são crianças, e merecem mesmo é ficarem sem seus brinquedinhos.

Hank | 5 de abril de 2010 20:45

Eu acho que não adianta proibir. Só vai estimular mais e mais o uso.
Não vejo diferença entre uma pulseira dessas e uma garota de cinco anos que fica dançando funk carioca e os pais dando risada e apoiando. Isso sim me dá nojo.
O lance é a educação em casa que falta demais. Hoje é mais fácil para os pais jogarem os moleques na frente da TV ou do computador para serem educados.
E falta umas boas chineladas na bunda também.
Cheers

Claudio Justo | 6 de abril de 2010 11:40

O engraçado é que anos atrás já existiam esse modelo de pulseirinhas, mas sem o significado que tem hoje. Era só curtição colocar pulseiras coloridas no braço. Eu acho que há uma erotização geral na sociedade. E uma supervalorização do sexo, seja na música, seja na TV, que são os dois maiores vetores de (des)informações que temos. Seja como for, também acho que proibir não resolve o problema de uma maneira geral. Mas proibir o uso em espaços sociais educativos faz parte de um processo de educação.

Linda Carioca | 6 de abril de 2010 21:33

Olha, sou super a favor da proibição. Inclusive há um tempo atrás eu falei sobre ela e recebi uma chuva de críticas :"Você está exagerando, que absurdo,nem todos os jovens usam essa pulseira por esse motivo, patati patatá" e agora tem adolescente sendo estuprada e morta por conta disso. Inclusive, as que usavam simplesmente por acharem bonito.

Claro que a proibição precisa vir primeiro dos pais e segundo da escola.Se os pais proibirem e se a escola suspender os alunos que a usem (se bem que seria melhor barrar logo na entrada seria melhor)com certeza isso vai acabar.

Na minha época de criança e adolescente elas eram moda mas usávamos por vaidade e não por apelo sexual... aliás, eu queria saber qual foi o idiota que inventou isso, por que no fundo, isso virou uma forma de estupro consentida mas as jovens idiotas (seguidoras da Ivete Sangalo e Clauda Leite da vida) devem achar que isso é ser sensual... aliás, não são essas cantoras que "cantam" coisas do tipo "Quero mais é beijar na boca" e " Vou te comer, vou te comer " ?

Nós vivemos em uma era de permissividade e banalização enormes... pra um jovem ser bem sucedido ele precisa beijar e transar com todo mundo nas malditas micaretas (que eu considero um câncer em metástase)que se espalharam pelo Brasil

O que se passa na cabeça deles ? Será que tem cocô na cabeça ? (Me desculpa a palavra mas é isso mesmo o que acho que eles tem)

Falta limite não apenas para as crianças mas também para os jovens,que se acham muito espertos por que tem acesso a internet e acham que sabem de tudo !

Falta pai e mãe começarem a entender o papel deles na sociedade ( ou seja, educar, orientar, brigar e punir) e parar de achar que devem passar para o professor o papel que eles tem de desempenhar !

Beijos, me desculpa pelo tamanho, rsrsrsrr !

dine | 7 de abril de 2010 12:25

cara,dizer q os adolescentes não são preparados p sexo e por isso afasta-los das ações ,acho meio fora de rumo,o negocio é tratar o sexo como algo natural ,mas ae dizem q se tartarmos assim vai banalizar...é o tipo de coisa do pai que diz que não vai dar anticoncepicional p filha pq se não ela vai sair "dando p todo mundo"...os jovens são carentes sim de informações solidas...tem cartaz por todo lugar mas não há uma boa conversa, os meninos se dedicam tanto a aprender sexo pelos filmes pornos e as meninas nas revistinhas tipo capricho...aonde a gnt vai parar? as coisas vão muito mais alem de proibir e dos significados das pulseirinhas...elas só são uma desculpa idiota da nossa mostra de sociedade:hipocrisia.Não há consciencia o suficiente para ouvir um não da outra pessoa, as pessoas ainda tem a coragem de falar: eu tinha o direito sim,quebrei a pulseirinha dela...é muita coisa a se construir e destruir...